Nutrição na prevenção do câncer de pele: alimentos com ação fotoprotetora

Nutrientes e câncer de pele: qual a relação?

A pele possui um sistema de defesa antioxidante que tem função de inibir/reduzir os danos causados pela exposição excessiva à radiação UV, essa exposição pode oprimir a capacidade antioxidante cutânea, conduzindo a dano oxidativo (FERNANDES et al., 2021). De acordo com Fernandes et al. (2021), uma estratégia interessante de fotoproteção é a sustentação do sistema antioxidante endógeno.

Já que na ausência de proteção tópica, a proteção da pele depende somente das defesas endógenas. Ou seja, o organismo humano pode proteger-se, naturalmente, utilizando antioxidantes para neutralizar os efeitos nocivos dos radicais livres. E isso pode ser realizado por várias enzimas e alimentos fontes de compostos antioxidantes (FERNANDES et al., 2021).

Ainda de acordo com Fernandes et al. (2021), após a ingestão de carotenoides e flavonoides, ocorre distribuição nos tecidos expostos à luz (como a pele e olhos), conferindo fotoproteção sistêmica. Foi relatado que tanto o betacaroteno quanto o licopeno diminuíram a formação de eritema induzido pela radiação UV após intervenção dietética de, no mínimo, 10 semanas.

Já a vitamina E exerce um efeito protetor contra a degradação lipídica e, consequentemente, contra o extravasamento de material intracelular, o que comprometeria o funcionamento do organismo. A vitamina C é o antioxidante mais abundante no organismo, especialmente na pele. Ela atua na biossíntese do colágeno e, devido ao seu efeito redutor de radicais livres, tem função de reparar lesões (FERNANDES et al., 2021).

Os nutrientes endógenos podem auxiliar na manutenção da saúde da pele, proteção contra o envelhecimento precoce e câncer de pele.

Sabemos que saúde é resultado da harmonia entre mente e corpo, por isso, para auxiliar sua suplementação de nutrientes diária, conte com os suplementos Biobalance, produtos diferenciados e formulados com tecnologias exclusivas para complementar sua rotina a favor da saúde!

– Matéria-prima de qualidade

– Certificação internacional

– Sem metais pesados e outros contaminantes

REFERÊNCIAS

POP, T. D.; DIACONEASA, Z. Recent Advances in Phenolic Metabolites and Skin Cancer. International Journal Of Molecular Sciences, [S.L.], v. 22, n. 18, p. 9707, 8 set. 2021. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8471058/. Acesso em: 23 ago. 2022.

FERNANDES, S. P. et al. A Ingestão dietética de nutrientes fotoprotetores da dieta está associada com menor reatividade da pele á exposição solar. Brazilian Journal Of Health Review, [S.L.], v. 4, n. 6, p. 114414-114427, 1 nov. 2021. Disponível em: https://brazilianjournals.com/ojs/index.php/BJHR/article/view/40366. Acesso em: 23 ago. 2022.

LUBOV, J.; et al. The Impact of the Circadian Clock on Skin Physiology and Cancer Development. International Journal Of Molecular Sciences, [S.L.], v. 22, n. 11, p. 6112, 6 jun. 2021. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC8201366/. Acesso em: 23 ago. 2022.

Editoria Biobalance

Gostou? Então compartilha!

Assine nossa newsletter

Rolar para cima