Curcumina e exercício físico: como a suplementação desse polifenol pode ser benéfica?

Como sabemos, a prática regular de exercício traz muitos benefícios para a saúde, os exercícios geralmente estão divididos em duas categorias: aeróbico/resistência e potência/força.

• Exercícios de resistência: como corrida, natação e ciclismo, são classicamente realizados contra uma carga relativamente baixa, por um longo período.

• Exercícios de força: como musculação, são realizados contra uma carga relativamente alta, por um curto período. (NOSRATI‐OSKOUIE et al., 2022).

A atividade física intensa, especialmente contrações musculares excêntricas, causa dano muscular induzido pelo exercício (DMIE) e dor muscular de início tardio, que pode afetar o desempenho atlético. Além disso, a resposta inflamatória induzida por DMIE pode levar a vários efeitos negativos, incluindo:

• Força limitada.

• Diminuição da amplitude de movimento.

• Aumento dos níveis circulantes de marcadores de dano muscular (BAI et al., 2023).

Devido ao seu impacto negativo no desempenho atlético, o dano muscular e as respostas inflamatórias devem ser controlados para uma recuperação rápida, especialmente em atletas e naqueles submetidos a regimes de exercícios intensos (BAI et al., 2023).

O que é a curcumina?

A curcumina é um polifenol bioativo natural da cúrcuma; esta tem sido, tradicionalmente, usada em países asiáticos como erva medicinal para várias condições patológicas, como doenças dermatológicas, infecções e redução da inflamação, estresse e até mesmo depressão (NOSRATI‐OSKOUIE et al., 2022; BAI et al., 2023). As propriedades terapêuticas benéficas da curcumina estão associadas à sua estrutura química, que permite que ela interaja com moléculas dentro da célula e medeie uma variedade de resultados biológicos, como efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios (BAI et al., 2023).

Mecanismos de ação da curcumina

A curcumina pode, de forma indireta, reduzir a formação de radicais livres. Além disso, a curcumina é capaz de inibir a produção intracelular de espécies reativas de oxigênio (EROS) e aumentar os níveis de enzimas antioxidantes, como a vitamina E e a coenzima Q10 (BAI et al., 2023). A curcumina reduz a inflamação inibindo a produção induzível de óxido nítrico sintase e a liberação de óxido nítrico, bem como reduz a atividade de citocinas inflamatórias. Além disso, a curcumina pode inibir a ativação de STAT3 uma proteína, que faz parte de via inflamatória importante (BAI et al., 2023).

Ação da curcumina complicações induzidas pelo exercício

Diversos estudos pré-clínicos mostram efeitos benéficos da administração de curcumina na redução das complicações induzidas pelo exercício, incluindo dano muscular e dor muscular, que se acredita ocorrer devido a uma redução na inflamação e no estresse oxidativo (NOSRATI‐OSKOUIE et al., 2022). Consequentemente, isso resulta na melhora do desempenho do exercício e em uma recuperação mais rápida. Em geral, parece que a suplementação de curcumina pode ter efeitos positivos no desempenho e recuperação do exercício, dano muscular e dor, inflamação e estresse oxidativo, principalmente quando consumida após o exercício (NOSRATI‐OSKOUIE et al., 2022).

A curcumina, por meio de suas propriedades antioxidantes, também pode ser eficaz na redução do estresse oxidativo celular, especialmente nas mitocôndrias a longo prazo, além de impactar positivamente na resistência, força e recuperação do exercício para melhorar a saúde geral (NOSRATI‐OSKOUIE et al., 2022).

Tendo ciência desse cenário, a Biobalance objetiva promover saúde e bem-estar por meio de produtos inovadores, naturais e de alta qualidade, que tenham por finalidade estimular as defesas naturais e o equilíbrio fisiológico do corpo humano. Apresentamos o: CURCUFLEX®-BIO DA BIOBALANCE

Ele possui a curcumina em forma de micelas em cápsulas gelatinosas. E essa tecnologia de ponta permite um melhor aproveitamento quando comparada a outras formas.

– Atua como mediador da resposta anti-inflamatória.

– Age na proteção das cartilagens e na manutenção da flexibilidade.

– Auxilia na redução das dores articulares.

– Potente efeito antioxidante.

REFERÊNCIAS NOSRATI‐OSKOUIE, M.; et al. Curcumin: a dietary phytochemical for boosting exercise performance and recovery. Food Science & Nutrition, [S.L.], v. 10, n. 11, p. 3531-3543, 18 jul. 2022. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9632206/. Acesso em: 21 mar. 2023. BAI, K.; et al. 12-week curcumin supplementation may relieve postexercise muscle fatigue in adolescent athletes. Frontiers In Nutrition, [S.L.], v. 9, p. 1078108, 4 jan. 2023. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC9846492/. Acesso em: 21 mar. 2023.

Editoria Biobalance

Gostou? Então compartilha!

Assine nossa newsletter

Rolar para cima